icon facebook icon twitter icon instagram

18 de Março de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO
logo

Sexta-feira, 15 de Março de 2019, 16h:08 - A | A

Suspeitos amarram família em condomínio, roubam carros e trocam tiros com a PM; três detidos

image

A Polícia Militar (3º Batalhão) conseguiu prender três suspeitos de invadir uma casa do Condomínio Planalto, localizado na avenida Dante Martins de Oliveira, ao lado do residencial Santa Inês, em Cuiabá, deixar os moradores amarrados e de roubar um Jeep Renegade e um Honda Civic. Houve perseguição e troca de tiros antes dos bandidos serem pegos. Eles foram identificados como: Yan Marcelo Ferreira Delgado Santos, 22 anos; Weverton Lucas Neves de Almeida Santos, 24 anos e J.V.S.H., 17 anos.
 
Consta no boletim de ocorrência que uma equipe da PM recebeu informações de roubo em uma residência, em que suspeitos teriam fugido com um Jeep Renegade e uma Honda Civic. Diante das informações, durante deslocamento até a residência, uma equipe do 3º Batalhão se deparou com o Jeep, nas proximidades de uma escola. Quando percebeu a aproximação da viatura, o condutor seguiu sentido ao bairro Planalto.
 
A PM saiu em perseguição, emitiu sinais luminosos e sonoros para que o condutor parasse. No entanto, somente após perder o controle do veículo em uma vala, no bairro Itamarati, os policiais conseguiram abordar os suspeitos. Na ocasião, um adolescente se entregou, mas Ian Marcelo Ferreira Delgado Santos, de 22 anos, correu em direção a um matagal. Tempos depois, ele acabou preso por uma equipe de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam).
 
Uma segunda equipe de apoio conseguiu encontrar o Honda Civic na Avenida Tuiuiú, no bairro CPA 4. O condutor identificado como Weverton Lucas Neves de Almeida Santos, 24 anos, tentou fugir e durante perseguição, colidiu em um canteiro na Avenida Vicente Vuolo. Ao sair do veículo, o condutor apontou uma arma em direção da polícia, que fez alguns disparos. Os tiros acertaram o porta-malas do Honda Civic.
 
A PM conseguiu deter todos os suspeitos dos crimes, que foram encaminhados à Central de Flagrantes para registro de ocorrência. A Polícia Civil deverá apurar o caso.

Imprimir
Comentários












Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.





RÁDIO

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da



image