16 de Junho de 2019

ENVIE SUA DENÚNCIA PARA REDAÇÃO

Segunda-feira, 10 de Junho de 2019, 13h:26 - A | A

ALTA DE MANDA

Sem ônibus, usuários enfrentam altas tarifas em aplicativos de transporte; valor sobe até 113%

Olhar Direto

Reprodução

image

Sem transporte público desde as primeiras horas desta segunda-feira (10), em Cuiabá e Várzea Grande, os passageiros estão buscando alternativas de locomoção, como os aplicativos de transporte. No entanto, os usuários estão sofrendo com as altas tarifas aplicadas pelos respectivos aplicativos. Uma corrida de cerca de 10 quilômetros, que normalmente custa R$ 15, com a dinâmica chegou ao valor de R$ 32 pouco depois das 7h30, horário de fluxo intenso, valor 113% maior do que o normalmente empregado. 

A Uber afirma que durante períodos de alta demanda por viagens, onde pode haver mais pessoas buscando o serviço pelo aplicativo do que motoristas disponíveis para atendê-las, entra em ação o preço dinâmico. O mecanismo seria uma forma de ajudar a equilibrar a oferta e a demanda na plataforma, pois, de um lado, incentiva os motoristas a estarem disponíveis e, de outro, inibe o aumento da demanda momentaneamente com o aumento dos preços, por exemplo, durante uma tarde chuvosa.

Segundo a Associação dos Transportadores Urbanos, a paralisação é de 100% dos veículos. O salário deveria ter sido pago na sexta-feira (7), o que não aconteceu em razão de dificuldades financeiras. Mesmo assim, segundo a Associação, as empresas prometeram tentar efetuar o pagamento ainda nesta segunda-feira. Estima-se que mais de 300 mil pessoas utilizem o transporte público diariamente na capital.

Imprimir




RÁDIO

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da

Citadas por Temer, fake news não são tema principal da





ENQUETE

VEJA MAIS

Você é contra ou a favor ao novo decreto do porte de armas?

PARCIAL

(65) 3052-6030

redacaocopopular1@gmail.com admcopopular1@gmail.com financeiro@copopular.com.br

logo
image